“Mas em todo lugar vai existir pessoas bem sem noção”

A “Princesinha do Livro”. Assim vou chamar a convidada dessa semana na retomada do Blog Cjmartim, depois de um período de férias, para trazer grandes surpresas para o público. Laíse Lima é criadora do Canal Boards e Books, no You tube e que conta com o objetivo de falar sobre jogos de tabuleiros modernos e também sobre literatura. Com vídeos bem humorados e sempre explicativos, Laíse Lima se firma como a “Princesinha do Livro”, com todo seu conhecimento sobre o assunto.

Laíse-Lima-Custom

Laíse Lima. Foto: Reprodução

1- Primeiramente fale da sua formação profissional e se tinha dúvidas dos caminhos que teve que tomar para chegar nele.

Sou fonoaudióloga, especialista em neonatologia e pediatria, e gestão de projetos. No ensino médio eu tinha aquela conhecida vontade de fazer medicina, mas na UNEB não tinha o curso, então optei em prestar o vestibular para fonoaudiologia, pois tinha ver com música, outra grande paixão.Não tinha dúvidas sobre a profissão que queria ter na época de fazer faculdade, sabia que queria atuar na área de saúde. Hoje não me vejo em uma clínica, mas de certa forma estou envolvida com minha área, no quesito avaliação dos problemas de aprendizagem e sinto que quero seguir aprendendo mais sobre este tema!

2- Sempre teve essa “paixão” pela leitura? É algo que começou a partir de quando?

A leitura é uma paixão de infância, que foi deixada por um tempo e depois retomada. Eu aprendi a ler antes de ir para a escola, com os gibis da Turma da Mônica. E eu passava horas lendo! No ensino fundamental essa paixão pela leitura ficou adormecida, até que no ensino médio (acho que no 1ºano) uma professora pediu para lermos Amor de Capitu, do autor Fernando Sabino, uma releitura de Dom Casmurro, a fim de apresentarmos um júri simulado. Então me apaixonei, fui ler o original, e depois outros clássicos. O que uma forma diferenciada de ensino pode causar na vida de um aluno, hem!

3- Os vídeos do seu canal no you tube Boards e books têm muitos acessos. Foi difícil definir um estilo e um público alvo que pretendia atingir?

Na verdade, não. Eu sempre acompanhei muitos canais literários e achava fantástica a possibilidade de falar com liberdade sobre as leituras e sobre literatura em geral. Decidi fazer um canal que abrange dois públicos bem diferentes, os jogadores e os leitores. Creio que tem dado certo. O crescimento do canal vem simplesmente porque eu falo do que gosto. Precisava de um lugar para divulgar o Oficinas Lúdicas de maneira mais informal (outro projeto que tenho) e queria um lugar para compartilhar minhas leituras com alguém. Uni o útil ao agradável!

4- Quais são seus autores preferidos? Que tipo de leitura apetece você?

Autores preferidos, essa é difícil! Mas vamos lá: o grande mestre Neil Gaiman, Alan Moore, patrick rothfuss, Machado de Assis, Chales Swindoll. Sim, eu sei, não tem nenhuma mulher, não me pergunte por que, eu também não sei! Gosto muito de fantasia, Ficção Científica e Policial. Mas o preferido mesmo é: Distopia!

5- Nesse tempo de canal, enfrentou alguma dificuldade para disponibilizar os vídeos?

Várias! Falta de tempo, falta de disposição para gravar e editar, falta de equipamento adequado para certos vídeos, a conhecida ressaca literária! Mas tudo isso a gente supera.

6- Alguma crítica fez você refletir sobre a leitura de alguma obra?

Sim, sem dúvidas. Algumas vezes ao ler uma obra, no impulso a coloco como favorita, em virtude do sentimento que tive ao lê-la. Depois ouvindo críticas construtivas sobre o livro, percebo falhas que antes foram imperceptíveis. Algo normal, a reflexão mais racional vem com o tempo.

7- As pessoas atualmente utilizam a internet de forma adequada e inteligente?

Depende. Muitas sim, outras não. A internet dá a liberdade ao homem de fazer e falar o que bem entende, na hora que acha melhor e da forma que acha adequada. Isso, muitas vezes, é feito com a intenção de passar a frente um conteúdo inteligente e construtivo. No youtube, por exemplo, tem muitas pessoas fantásticas, bem preparadas e que apenas somam para nosso crescimento. Mas em todo lugar vai existir pessoas bem “sem noção”, não há como evitar. O que podemos fazer é não dar “ibope” para isso.

Anúncios

2 comentários sobre ““Mas em todo lugar vai existir pessoas bem sem noção”

  1. Fernando disse:

    Estou acompanhando os vídeos dessa menina. Ela é maravilhosa. Amo livros e tinha deixado de lado minha paixão por jogos de tabuleiro pelo fato de não encontrar ninguém para jogar comigo. Mas ela tem feito com que essa paixão retorne.

    Curtir

  2. Gabriela Mélo disse:

    Laíse é maravilhosa! Torço muito pelo crescimento dela e do Canal!
    Que ela continue incentivando as pessoas e gerando reflexão.
    Beijão, parabéns ao blog e parabéns à Laíse, que hoje é uma das pessoas que mais me orgulho de conhecer nesse meio de canais literários!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s