“Em qualquer meio, podemos encontrar coisas abomináveis”

Luiza Martinelli é modelo e busca um diferencial na carreira, marcada por rotinas intensas de ensaios fotográficos, viagens, cuidados com a beleza, dietas equilibradas e ausências de familiares e amigos.

Nesta entrevista, a modelo esclarece que a novela Verdades Secretas”, do autor Walcyr Carrasco, pegou pesado em mostrar a rotina de modelos em agência, além dos novos projetos e ambições. Luiza é real, carismática e batalhadora. Parece algo simples, mas em tempos de vaidades e egos extensos, ganhamos o presente da presença dela entre nós.

pedro

Luiza Martinelli. Foto: Divulgação/ Pedro Bucher

Cj Martim: Qual o seu diferencial como modelo, em relação a tantas profissionais que existem no mercado? O que imprime da sua personalidade, em sua profissão?

Luiza Martinelli: São tantas profissionais maravilhosas que me inspiram, mas eu como modelo busco sempre evoluir, imprimir meu próprio estilo. Sou muito focada, sei o que quero, acredito essa ser a minha característica mais forte. Tenho paixão pelo que faço e busco dar meu melhor sempre.

Cj Martim: A família e amigos apoiaram sua decisão? Quais dores e delícias em deixar sua cidade natal, para encarar grandes metrópoles e a possibilidade de viajar para outros países?

Luiza Martinelli: Minha família e amigos sem dúvidas são os meus maiores apoiadores e os amo incondicionalmente. Realmente, não é nada fácil deixar minha família,principalmente, não termos as pessoas que amamos ao lado todos os dias é a parte mais difícil da profissão. Mas independente de onde eu esteja, sempre estão comigo e com certeza a família é nossa base, nosso porto seguro. O maravilhoso da minha profissão é poder conviver com as mais diversas culturas, conhecer pessoas diferentes todos os dias, profissionais maravilhosos, que tive oportunidade de trabalhar e que me ensinam muito. Passei um tempo recentemente trabalhando em Miami, e foi muito bom… Consegui conhecer um pouquinho mais de outras culturas e também conviver com excelentes profissionais, isso com certeza agregou muito a minha profissão. Esta é a parte fascinante da minha carreira.

Cj Martim: Sempre foi disciplinada com a aparência? Qual momento se permite andar com o rosto sem maquiagem, sem grandes produções?

Luiza Martinelli: Sempre fui muito vaidosa. Cuidar da pele, cabelo e corpo são essenciais à minha profissão, mas independente disso, sempre me cuidei. No dia a dia não uso maquiagem ou grandes produções, mas gosto de estar sempre bem arrumada.

Cj Martim: Qual foi seu último grito? O que desestabiliza o seu emocional?

Luiza Martinelli: Desde pequena, a injustiça é uma coisa que me revolta muito e posso dizer que é o que mais desestabiliza meu emocional. Estar em um local estranho, com pessoas estranhas, você convive com isso diariamente, e muitas vezes é assustador. Nos depararmos com diversos tipos de pessoas, diversas situações que nos revoltam, a falta de compaixão, enfim, com tudo. Mas minha vida é cercada de pessoas boas e coisas maravilhosas que não deixo os “gritos” ou momentos ruins, como prefiro chamar, tomarem conta da minha vida. E carrego comigo sempre o sentimento de amor e gratidão.

Cj Martim: Carreira de modelo, fatalmente, movimenta o ego. Quais recursos utiliza para não deixar a vaidade ganhar um tamanho que embacem sua real personalidade?

Luiza Martinelli: Quando se lida com beleza, principalmente, estamos naturalmente mais expostos aos egos e as vaidades. Acho que nos movermos para coisas muito maiores, esse é o segredo. Sempre digo que o glamour da profissão só existe para quem vê de fora. Não acreditar que você é bom o suficiente, te impulsiona a querer sempre melhorar e buscar cada vez se aperfeiçoar. Humildade é a palavra que carrego comigo e a exercito diariamente.

Cj Martim: A novela “Verdades Secretas” desvendou um outro lado do mundo da moda. Acredita que a trama fez um ótimo serviço, em desglamourizar a profissão de modelo, mostrando a dura realidade que acontece em algumas agências e que, nesse meio, nem tudo é perfeito?

Luiza Martinelli: Em qualquer meio, podemos encontrar coisas que eticamente são abomináveis, e isso não difere no mundo da moda, com certeza nem tudo é perfeito. Mas acredito que a novela fugiu muito da realidade e do dia a dia das modelos e de profissionais sérios do mercado, que jamais trabalhariam desta forma. Acho que a novela pegou pesado, porque mostrou somente um lado, deveria ter mostrado também as agências sérias, que ralam diariamente para fazer com que seus modelos consigam bons trabalhos, que investem tempo e dinheiro. E também a modelo, que sai tão jovem de casa, deixa toda uma vida para trás, que passa por muitos sufocos sim, mas nem por isso vai escolher caminhos errados para ascender na profissão.

IMG_9413.jpg

Luiza Martinelli. Foto: Divulgação/Lucio Luna.

Cj Martim: A crise econômica do país direta ou indiretamente vem afetando seu trabalho? O mercado da moda vem sofrendo com essa crise?

Luiza Martinelli: Infelizmente, a crise econômica que estamos vivenciando, afeta diretamente todos os setores da economia, inclusive nosso trabalho. O mercado da moda tem procurado se adequar, criando alternativas. Mas é preciso estar constantemente se qualificando, trabalhando duro e acreditar num amanha melhor, aproveitando cada oportunidade.

Cj Martim: Explica como foi o convite para integrar uma agência de modelos, qual o papel do seu agente na condução da sua carreira e se tem liberdade de escolher ou não campanhas e marcas que deseja representar.

Luiza Martinelli: Sempre gostei muito desta carreira, e com 16 anos, decidi que queria cursar Direito. E como sempre tive o desejo de morar em Porto Alegre/RS, pensei na possibilidade de fazer alguns trabalhos como modelo e estudar ao mesmo tempo. Mandei então, algumas fotos para uma agência de lá e me convidaram para fazer uma visita. Depois de algum tempo, meus pais viajaram a negócios e fomos conhecer a agência, e para minha surpresa, eles estavam promovendo um concurso muito famoso no Sul, e no mesmo dia me convidaram a participar, foi tudo muito rápido. De repente, eu estava entre as 20 finalistas em um concurso com cerca de 20.000 inscritas.

Passados alguns meses, entrei em contato com o Sergio Mattos (40 Graus Models) já que meu sonho sempre foi trabalhar com ele, pois admiro demais a pessoa e o profissional que ele é. Enfim, marcamos um encontro e fui conhecê-lo, e no momento que o vi, tive certeza que era a pessoa que queria ao meu lado. Além do currículo dele que é sem sombra de dúvidas extraordinário, a pessoa dele me inspira. Bem, em pouco tempo, estava morando no Rio de Janeiro, e desde então minha vida mudou completamente e estou muito feliz com todas as conquistas que tenho obtido até aqui.

E quanto aos meus trabalhos, nada me é imposto, tenho a liberdade de escolha, mas para isso tenho minhas agências as quem confio plenamente e conduzem minha carreira de forma que eu trabalhe sempre com excelentes profissionais e clientes.

Cj Martim: Quem enxuga suas lágrimas, quando dúvidas e questionamentos insistem em aparecer, muitas vezes de forma “violenta” em nossa cabeça?

Luiza Martinelli: Minha mãe, com certeza! É aquela que sempre tem a palavra mais doce e sensata nos momentos mais difíceis. Ela consegue me fazer ver sempre o lado bom e perceber que cada situação que enfrentamos em nossa vida, é aprendizado. Ensina-me a ser paciente e que diante dos problemas, devemos sempre acreditar que coisas melhores virão, mantendo a calma, e nunca esquecendo os nossos valores morais. Eu a amo muito.

Cj Martim: Amizade é algo tranquilo nesse meio ou esses laços por conta da agenda extensa, costumam não emplacar?

Luiza Martinelli: Acredito que não somos nada sozinhos, e a amizade é fundamental em nossas vidas. Tenho encontrado e convivido com pessoas maravilhosas neste meio e fora dele. Em Miami, tive a possibilidade de morar com meninas fantásticas, que hoje considero irmãs, que me ensinaram e me transmitiram muitas coisas boas. Verdade, que por trabalharmos em tantos lugares diferentes, manter o contato não é tão fácil, mas certamente tenho muitas pessoas que levarei comigo para sempre.

Luiza Martinelli reside em São Paulo, agenciada pela Ford Models Brasil, no Rio de Janeiro. Trabalha com a 40 Graus Models, e em Miami, é representada pela MP Mega Miami.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s