“O bom ator consegue entender as emoções vivenciadas”

A novela das onze, Liberdade, Liberdade”, da Rede Globo, chega ao fim esta semana e presenteou o público com a participação do ator Rámon Gonçalves, com o temido torturador Guilhermo. O ator já era figura conhecida do canal de televendas Shoptime, mas muitos não sabiam que era ator também e isso tem uma explicação: foi a estreia dele em novelas!

O Brasil sempre soube abraçar os seus artistas, é bem verdade que “maltrata” algumas vezes, com os inúmeros descasos com a cultura, mas o talento deles é tanto, que mesmo nas adversidades, conseguem se sobressair.

Rámon tem talento, o país abraçou e se o “maltratarem”, tenho certeza que vai dar a volta por cima, pois demonstra pulso firme e discernimento para entender as dores e delícias da profissão. 

4080af78b97f9ff68c0e40a6f303e847
Ramón Gonçalves. Foto: Divulgação.

Cj MartimNovelas de época não correm o risco do contexto histórico ficar em segundo plano e a história da obra em si tomar uma proporção maior? Isso é bom ou é ruim? Continuar lendo ““O bom ator consegue entender as emoções vivenciadas””

“Estereótipos criados pra gerar manchetes são medíocres”

Quem assisti a novela “A Terra Prometida”, na Record, já deve ter percebido que o guerreiro Setur, personagem do ator Caetano O ‘Maihlan, promete movimentar a trama e atrair muitos admiradores com sua bravura. O ator, em breve, poderá ser visto no filme “Copa 181”, em que interpreta o garoto de programa Léo, que vive conflitos intensos em relação à própria sexualidade. A obra se encontra em fase de montagem.

Caetano é um ator que leva muito a serio sua profissão, aprendeu a se despir de vaidades, preconceitos e não permiti que injetem na sua carreira rótulos tolos e desnecessários. O olhar dele é muito instigante, um convite a reflexões, poesias e silêncios.

fotocaetano_o
Caetano O ‘Maihlan. Disciplina, talento e foco. Foto/Divulgação.

Cj Martim: Como anda se preparando física e psicologicamente para o personagem “Setur”, em “A Terra Prometida”? Continuar lendo ““Estereótipos criados pra gerar manchetes são medíocres””

“Não dê a ninguém o poder de te colocar pra baixo com uma palavra”

Hugo Bonemer prepara-se para estrear o musical Ordinary Days”, dia 5 de agosto, no Teatro Serrador, Rio de Janeiro. Noveleiros de plantão não se preocupem! O ator também confirmou presença na primeira fase da próxima novela das 21h, A Lei do Amor”, dos autores Vicent Villari e Maria Adelaide Amaral.

Em tempos alucinantes e confusos, Hugo Bonemer nos oferece a opção de desacelerar o ritmo, a prestar atenção nos detalhes, nesse mergulho intenso de conhecimento e sensibilidade.

Um abraço caloroso de Hugo, abraço esse, transmitido com suas palavras, com seu olhar e esse talento que causa aquela ansiedade gostosa em acompanha-lo em qualquer plataforma de arte que se encontre.

hugo-3
Hugo Bonemer. Talento, foco e carisma. Foto: Reprodução

Cj Martim: Explica para o público como ele pode ajudar na consolidação e durabilidade do musical “Ordinary Days”. Qual o diferencial desse espetáculo para ter conquistado sua atenção? Continuar lendo ““Não dê a ninguém o poder de te colocar pra baixo com uma palavra””

“Tenho sexto sentido aguçado”

O seriado “Malhação-Seu Lugar No Mundo” se aproxima da reta final, mas quem promete fazer muita falta é a personagem Nanda, interpretada pela atriz Amanda de Godoi, nossa entrevistada. Nesta entrevista exclusiva, ela comenta o seriado, fama, carreira e outros assuntos.

Tanta energia, tanta graça, tanta força. Amanda de Godoi é uma grata surpresa na TV. Suas palavras são intensas, a personalidade forte cativa e tenho à sensação que essa bela atriz vai  fincar seu nome em nossos corações, um xodó novo que conquistamos.

2
Amanda de Godoi. Foto: Joana Costa /Divulgação.

Cj Martim: Fez algum teste para Malhação? O processo é árduo? Como controlar ansiedade sabendo que tem uma ótima oportunidade nas mãos? Continuar lendo ““Tenho sexto sentido aguçado””

“Não ter trabalho não quer dizer que você ‘morreu’ como ator”

A novela Os Dez Mandamentos”- Nova Temporada chegou ao fim. Alguns personagens marcaram, como o Nadabe, interpretado por  Marco Antonio Gimenez, em uma trama bíblica, que despertou curiosidade, quebrou paradigmas e estabeleceu um diferencial nas tramas da Record. Nesta entrevista, o ator revela que a história bíblica nunca foi evangélica, relembra seu desempenho no seriado Malhação”, na Globo, além de analisar a fama que persegue os artistas.

O amadurecimento, a fala pausada e a serenidade encontraram em Marco, um porto seguro. Como telespectadores, torcemos que o melhor aconteça na carreira desse ator sensato, disciplinado e sensível, que a teledramaturgia abraçou.

_MG_4757-509
Marco Antonio Gimenez. Foto: Daniel Castro/Divulgação.

Cj Martim: A morte é inevitável, mas quando verdadeiramente um artista morre? Quando deixa de se inovar artisticamente ou quando falta convites para trabalhos? Continuar lendo ““Não ter trabalho não quer dizer que você ‘morreu’ como ator””