“Os resultados bons param quando o atleta acha que é autossuficiente”

Guilherme Guido é a força em pessoa! O nadador olímpico, em entrevista ao Cj Martim, revela, em detalhes, como foi sua classificação para as Olimpíadas Rio 2016.

“Fazemos acompanhamentos psicológicos semanalmente”, afirmou o nadador, em um dos trechos da entrevista, ao comentar a preparação dos atletas.

A piscina tem seu ritmo, mas Guilherme tem um ritmo próprio. Nas competições, ambos vão precisar encontrar um alinhamento, um acordo, para conquistarem bons resultados. Isso exige da água regada a cloro paciência e dele perspicácia!

guilherme-046-4

Guilherme Guido. Foto/Divulgação.

Cj MartimExplica para o público leigo como funciona o Torneio Maria Lenk e sua conquista nos 100 metros de costas, responsáveis pela sua classificação nas Olimpíadas RIO 2016.

Guilherme GuidoO troféu Maria Lenk é o campeonato brasileiro interclubes mais forte do calendário anual. Esse ano, ele serviu de seletiva olímpica e foi realizado já na piscina dos Jogos Olímpicos. Me classifiquei nos 100m costas na competição com o tempo de 53″09s ganhando o ouro e nadando abaixo do índice exigido pela Federação Internacional de Natação de 54″36.

Cj MartimO atletas verdadeiramente pensa em vencer por causa da família ou para esfregar na cara da nação sua vitória, pois os esportistas, muitas vezes,  sofrem com a falta de apoio do governo?

Guilherme GuidoNem um, nem outro! O atleta desde cedo aprende a impor objetivos na vida e tenta se superar a cada dia. Vencer faz parte da minha trajetória e  o faço para alcançar as minhas metas e objetivos.

Cj MartimQuais erros cometidos por nadadores que, muitas vezes, passam desapercebido para o grande público?

Guilherme GuidoAcredito que ganhando ou perdendo, temos que ser humildes e mantermos os pés no chão. Os resultados bons param de vir, a partir do momento em que o atleta acha que é autossuficiente e não precisa da ajuda de mais ninguém.

Cj MartimQuais recordes conquistados nas piscinas, que aponta como cruciais na carreira?

Guilherme GuidoMeu melhor resultado foi o bronze no mundial de Istambul, na Turquia, na prova de 100m costas! Além desse título, tenho mais três medalhas de mundiais e cinco de Jogos Pan-Americanos. Sou dono de seis recordes Sul-americanos.

Cj Martim: Existe acompanhamentos psicológicos intensos para conseguir controlar o turbilhão de emoções em uma Olimpíada? Na prática, como aplica essas lições?

Guilherme GuidoSim, fazemos acompanhamentos psicológicos semanalmente. No meu caso, tenho uma psicologa em casa (minha esposa), que sempre me ajuda bastante nos momentos que mais preciso dentro do esporte. A técnica de aplicação já esta sendo feita desde o Maria Lenk, que ocorreu na mesma piscina que acontecerá as Olimpíadas. Somos instruídos a memorizar o local e realizar em pensamento, à prova perfeita todos os dias.

Cj MartimQuem fecha a porta no rosto de um atleta? A idade ou a falta de conquistas?

Guilherme GuidoA recuperação de um atleta mais velho é fisicamente mais lenta, porém a experiencia conta muito em competições desse nível. Estou melhorando meu tempo a cada caída na água e não me vejo afastado da natação. É claro que as conquistas e objetivos atingidos, me dão mais vontade de chegar mais longe!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s