Ronaldo Gutierrez: “Tenho me apaixonado por alguns modelos transgêneros. Serão a próxima beleza”

Ronaldo Gutierrez é fotógrafo, diretor teatral e coreógrafo. Ao Cj Martim, ele revela suas impressões sobre a egotrip dos modelos, o universo da beleza e os novos projetos.

Em tempos de selfies, algumas vezes captando olhares frios e sorrisos amarelos, Ronaldo continua buscando a beleza interior nas pessoas. Parece algo comum, simplista, os pessimistas vão dizer utópico, mas só pessoas sensíveis entendem que o simples é o que basta!

EQ7A6167

Ronaldo Gutierrez. Olhar aguçado para sensibilidade. Foto: Divulgação

Cj MartimÉ preciso muita sensibilidade para ser fotógrafo? A emoção à flor da pele até que ponto é prejudicial ou benéfica?

Ronaldo GutierrezNão sei se é sensibilidade que precisa, sou mais muito estudo e muita vivencia. Você precisa de técnica para dominar a câmera e conseguir tirar dela tudo o que quer, e usar o que viveu para contar a historia que quer com a foto. Prefiro uma foto que conte uma história, do que uma bonita.

Cj MartimVocê movimentou os anos 80 e início dos anos 90 em casas gays paulistanas que investiam em grandes espetáculos. O que se diluiu dessa época?

Ronaldo GutierrezEntendendo o significado de ‘diluiu’ na pergunta como ‘desfazer’, penso que tudo. Hoje, não existe mais o mesmo cenário e propósitos de shows dos anos 80 e 90. É importante dizer que mesmo entre essas décadas, os espetáculos já sofriam adaptações e se modificavam de acordo com à procura dos clientes daquelas casas. Ou seja, tudo se diluiu usando as bases do que existiu anteriormente. Não quero dizer que o que se encontra hoje é melhor ou pior.

Cj MartimQual foi seu último grito? O que desestabiliza seu emocional?

Ronaldo GutierrezBeleza vazia. O que mais me irrita é modelo que sempre quer estar bonito, que não percebe a beleza de uma emoção pura. Uma imagem bonita sai de moda, uma emocionante entra para a história.

Cj MartimVocê coreografou  o espetáculo “Rock Show”, dirigido pelo Wolf Maya. Os musicais, em geral,  precisam ser injetados de “brasilidade” para funcionar aqui?

Ronaldo GutierrezAcho que não. Uma boa história sempre será cativante sem importar sua origem, mas acredito muito em musicais brasileiros, temos grandes compositores, escritores e músicos. Só precisamos aprender a ser mais profissionais.

“Defendo a transgressão, apesar de achar que eu ainda não consegui transgredir.”

Cj MartimA egotrip de alguns modelos provoca em você: pena, antipatia, revolta ou complacência?

Ronaldo Gutierrez Hoje em dia, já nem me provoca mais nada, simplesmente não trabalho com modelos assim. Já perdi dinheiro por conta disso, me recusei a fazer vários trabalhos, mas não me arrependi.

Cj MartimQuais modelos brasileiros se destacam atualmente pela junção de carisma e beleza exótica?

Ronaldo GutierrezTenho me apaixonado por alguns modelos transgêneros, acredito que serão a próxima beleza, ainda sonho em fotografar alguns, como Goan Fragoso e Daniel Nakamura.

Cj MartimVivemos em uma sociedade líquida como defende Zygmunt Bauman?

Ronaldo GutierrezSem dúvidas. Não há como negar a existência de um novo cenário mundial que, devido à velocidade de mudança de espaço e do tempo, traz para nós somente incertezas. Incertezas políticas, sociais, educacionais. O homem se encontra em momento de enfraquecimento de forças estáveis preconizadas pela modernidade sólida. Na minha visão otimista, essa quebra de paradigma é muito rica, pois aflora novos pensamentos e novas criações e novas formas de enxergar o mundo.

Cj MartimQuais novos projetos profissionais? Qual vai ser seu novo discurso? O que defende?

Ronaldo Gutierrez: Voltei a estudar fotografia cinematográfica e colorimetria. Quero aproximar mais meu trabalho do cinema e gosto de grandes produções, e meu discurso ainda é o mesmo de quando eu era bailarino: quero criar algo maior que eu, e ainda defendo a transgressão, apesar de achar que eu ainda não consegui transgredir.

Cj MartimA beleza costuma ser cruel com pessoas imbecis?

Ronaldo GutierrezEla é cruel porque fica sem propósito. As pessoas bonitas e imbecis acreditam que usam as pessoas por causa da sua beleza, não percebem que elas são as usadas.

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Ronaldo Gutierrez: “Tenho me apaixonado por alguns modelos transgêneros. Serão a próxima beleza”

  1. Roberto Motta disse:

    Trabalhei com o Ronaldo Gutierrez quando coreografada aqui em São Paulo, aprendi muito e uso até hoje seus conhecimentos.
    Excelente ser humano que sempre foi generoso conosco. E procuro carregar este aprendizado sempre. Acredito que seu trabalho e opiniões são reflexo deste imenso talento. Obrigado Guty

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s