ALDO GRISI: ‘Existem diferenças entre reposição e modulação hormonal’

Doutor Aldo Grisi, especialista em modulação hormonal, se livra de qualquer tipo de formalidade, algo comum na profissão de médico, nesta entrevista exclusiva ao blog. Qual diferença entre reposição hormonal e modulação hormonal? Qual é a real situação do mercado de trabalho para os profissionais dessa área? Tudo bem explicado a seguir.


Dr. Aldo Grisi. Foto/ Franklin Maimone

CJMartim: Ser médico foi uma opção ou foi levado a isso?

Aldo: Eu sempre quis ser médico. Na minha família, tenho diversos exemplos de grandes médicos que me estimularam a seguir esta profissão. O fato de levar saúde e cura às pessoas através de minhas mãos, me encanta.

CjMartim: Explica para o público leigo um pouco sobre modulação hormonal e se existe por parte da mídia irresponsabilidade ao falar do assunto.

Aldo: A modulação hormonal é diferente da reposição hormonal. Na reposição hormonal, esperamos o paciente ter queda brusca dos hormônios para que possamos intervir. Por exemplo: menopausa (mulher) e andropausa (homem). Já a modulação hormonal vem com um conceito de identificar pequenas quedas hormonais e intervir com pequenas doses de hormônios, para que lá na frente não seja necessário altas doses. As vantagens da modulação são diversas: aumento da disposição, libido, diminuição de gordura, aumento de massa muscular, entre outras vantagens. É comum chegar pacientes jovens no consultório com queixas de indisposição, dormindo mal e já acordando cansado, queda de cabelo, apetite sexual diminuído… então precisamos intervir de forma responsável, claro. Algumas veiculações são um tanto exageradas, a exemplo do uso indiscriminado de hormônios principalmente para fins estéticos. Faz-se necessário exames clínicos e laboratoriais para que se faça o tratamento.

CJMartim: Sem apartidarismo, mas o novo governo, no campo da saúde, acredita que vai trazer melhorias consistentes?

Aldo: A esperança é a especialidade do meu povo. Estamos passando por tantas coisas pouco satisfatórias que o novo vem com um “ar de renovo”. O Brasil depositou sua esperança e esperamos que tenha sido um bom investimento. Enquanto médico, estarei aqui para fazer parte dessa melhora, sempre disposto a contribuir.

CJMartim: Qual real situação do mercado de trabalho para quem deseja se especializar nessa área?

Aldo: O mercado de trabalho está em expansão! Vivemos numa “Era Fit”. Hoje sair para comer um doce, um sorvete ou bolo, parece que virou algo errado e condenável. As pessoas estão preocupadas e com razão, com a saúde e longevidade. Então é importante ter profissionais que não só se preocupem em curar as doenças instaladas, mas sim em promover saúde. Mas vai um alerta: antes de pensar em como está o mercado, devemos pensar no amor pela especialidade. O cuidado e o carinho ao paciente é impagável, é altamente gratificante.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s