“A arte consola nas adversidades”, diz Mitt Yamada

Mitt Yamada. Foto/ Oseias Barbosa

Mitt Yamada é mais um artista no país que você precisa ficar atento, pois já começa a ganhar notoriedade, vide sua participação na novela global ‘Amor de Mãe’, e ter mais de 70 mil seguidores em seu perfil na rede social. Ator, músico, compositor e moderno. Lançou recentemente o single ‘Quando Achei Você’, tendo bons retornos nas plataformas digitais. Nesta entrevista exclusiva, ele fala da nova canção e o musical inspirado no lendário ‘Legião Urbana’.

cjmartim:  O Brasil torce o nariz para cantor que também é ator e vice-versa? Ou Fábio Jr deixou o caminho sossegado para os demais artistas?

Mitt: Acredito sim que o legado que o Fábio Jr deixou foi importantíssimo. Esse tipo de artista (que desempenha mais de uma função e com uma ótima qualidade) vem se tornando mais comum ultimamente. E eu acho que o Brasil vem aceitando de uma forma muito positiva. A arte é uma só. Na minha vida cantar e atuar caminham lado a lado.

cjmartim:  Quais suas referências quando pensa em Legião Urbana? Não acho que muitas músicas do grupo são melancólicas para serem ouvidas por jovens complexados?

Mitt: Legião Urbana foi uma das bandas que me acompanhou durante muito tempo da minha carreira, afinal quem toca/tocou na noite com certeza já atendeu pedidos dos clássicos “tempo perdido”, “pais e filhos” e tantas outras. Não acho que músicas melancólicas sejam problema. O amor é e sempre será pauta em qualquer expressão artística porque é o que baseiam as relações humanas, afinal, quem nunca sofreu por amor? Acredito que muita gente se identifica com as letras e suas críticas por os tempos atuais ainda refletirem muita coisa que foi vivida anos atrás – isso explica o legado da banda.

Matt Yamada. Foto/ Oseias Barbosa

cjmartim: “Quando Achei Você” é uma composição sua. Acha importante o artista assinar sua obra para criar uma identidade musical?

Matt: Sem dúvidas quando você compõe uma música ela já saí com uma boa parte da sua identidade, da sua verdade. Mas não acho que seja uma regra para que você consiga criar sua identidade musical. Vemos diversos cantores que fazem versões de outras músicas já conhecidas e conseguem colocar a sua alma naquela obra.

cjmartim: Se em 2020, a pandemia tirou a alegria e trouxe o desesperado na vida de vários músicos, acha que 2021 vai ser um ano de abundância?

Matt: Gosto sempre de pensar de forma positiva e jogar isso pro universo. O ano de 2021 vai ser um ano de muita coisa boa pra todos nós. Neste ano, pudemos ver a resistência, sentir o poder da arte de forma geral e o quanto ela consola nas adversidades.

cjmartim: Qual cantora ou cantor deseja fazer um feat? Além de boa música, para uma parceria dar certo depende de quais outros fatores?

Matt: Tem vários cantores que tenho vontade de fazer feat. Vitor Kley e Jão são grandes referências de artistas jovens que estão ganhando cada vez mais espaço com sua identidade. Acredito muito na união no âmbito profissional, por isso as parcerias dão tão certo. Primeiramente é preciso identificação com a música, pra mim é o mais importante. A partir daí temos que produzir com a melhor qualidade possível e depois a divulgação. Definir qual público queremos atingir e com quais estratégias podemos fazer isso também faz parte de todo o processo de produção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s