“Não dê a ninguém o poder de te colocar pra baixo com uma palavra”

Hugo Bonemer prepara-se para estrear o musical Ordinary Days”, dia 5 de agosto, no Teatro Serrador, Rio de Janeiro. Noveleiros de plantão não se preocupem! O ator também confirmou presença na primeira fase da próxima novela das 21h, A Lei do Amor”, dos autores Vicent Villari e Maria Adelaide Amaral.

Em tempos alucinantes e confusos, Hugo Bonemer nos oferece a opção de desacelerar o ritmo, a prestar atenção nos detalhes, nesse mergulho intenso de conhecimento e sensibilidade.

Um abraço caloroso de Hugo, abraço esse, transmitido com suas palavras, com seu olhar e esse talento que causa aquela ansiedade gostosa em acompanha-lo em qualquer plataforma de arte que se encontre.

hugo-3
Hugo Bonemer. Talento, foco e carisma. Foto: Reprodução

Cj Martim: Explica para o público como ele pode ajudar na consolidação e durabilidade do musical “Ordinary Days”. Qual o diferencial desse espetáculo para ter conquistado sua atenção? Continue Lendo ““Não dê a ninguém o poder de te colocar pra baixo com uma palavra””

Anúncios

“O círculo da crítica teatral é bastante seletivo”

Paulo Ruch é jornalista, fotógrafo e teve um passado como ator. Possui um blog que aborda vários assuntos ligados ao entretenimento e, claro, suas significativas críticas teatrais, que não economizam nas palavras e no respeito às equipes dos espetáculos. Nesta entrevista, o jornalista revela que não gosta do termo “blogueiro”, que existe péssimo ator a olhos vistos e, ainda, revela seu respeito à classe artística.

Paulo, me desculpe, mas não vou colocar perfil em sua foto. Os mais sensíveis vão identificar que se trata de um homem apaixonado pela cultura, pelo conhecimento e que respeita o artista como se deve respeitar uma música clássica: em silêncio e sentindo a emoção tomar forma. Quanto aos mais insensíveis, não se preocupe! Depois dessa entrevista, vão olhar para sua foto e terem a percepção que existe algo mágico e transformador nos seus olhos.

13403772_1082084571881444_4475007451743219893_o
Paulo Ruch. Foto: Divulgação.

Cj Martim: Existe péssimo ator nato? Ou ele é consequência de uma direção desastrada e texto pobre do autor? Continue Lendo ““O círculo da crítica teatral é bastante seletivo””

“O que me atrai na arte não é fama, tanto que tenho uma carreira bem variada”

Bel Kutner, atriz que brilhou com a personagem Darlene na novela “Verdades Secretas”, não precisa estampar capas de revistas, ser elogiada por grandes apresentadores de TV ou participar de grandes premiações, para ser reconhecida como uma ótima atriz, ela simplesmente é. Avessa a esse mundo mágico e perigoso da fama, onde talentos , muitas vezes, se perdem ou são mal aproveitados, Bel conseguiu construir uma carreira sólida, equilibrando sua vida particular com seu ofício.

Nessa entrevista exclusiva, a atriz comenta um pouco sobre o filme “Carlota Joaquina, Princesa do Brazil”, onde integrou o elenco da produção,  papéis marcantes na TV, o ensaio sensual que realizou esse ano, inspirado no filme “A primeira noite de um homem”, além de como funciona uma mente inquieta de uma atriz. Em 2016 vamos pedir mais Bel nos cinemas, no teatro, na televisão, afinal de contas, seu talento é simplesmente viciante.

bel-kutner
Bel Kutner. Talento, foco e humildade. Foto: Reprodução

Cj Martim: Com acúmulo de personagens ao longo da carreira, uma atriz não corre o risco de perder sua identidade? Existe uma linha tênue entre realidade e fantasia?

Bel Kutner: Continue Lendo ““O que me atrai na arte não é fama, tanto que tenho uma carreira bem variada””