“Não dê a ninguém o poder de te colocar pra baixo com uma palavra”

Hugo Bonemer prepara-se para estrear o musical Ordinary Days”, dia 5 de agosto, no Teatro Serrador, Rio de Janeiro. Noveleiros de plantão não se preocupem! O ator também confirmou presença na primeira fase da próxima novela das 21h, A Lei do Amor”, dos autores Vicent Villari e Maria Adelaide Amaral.

Em tempos alucinantes e confusos, Hugo Bonemer nos oferece a opção de desacelerar o ritmo, a prestar atenção nos detalhes, nesse mergulho intenso de conhecimento e sensibilidade.

Um abraço caloroso de Hugo, abraço esse, transmitido com suas palavras, com seu olhar e esse talento que causa aquela ansiedade gostosa em acompanha-lo em qualquer plataforma de arte que se encontre.

hugo-3
Hugo Bonemer. Talento, foco e carisma. Foto: Reprodução

Cj Martim: Explica para o público como ele pode ajudar na consolidação e durabilidade do musical “Ordinary Days”. Qual o diferencial desse espetáculo para ter conquistado sua atenção? Continue Lendo ““Não dê a ninguém o poder de te colocar pra baixo com uma palavra””

Anúncios

“O círculo da crítica teatral é bastante seletivo”

Paulo Ruch é jornalista, fotógrafo e teve um passado como ator. Possui um blog que aborda vários assuntos ligados ao entretenimento e, claro, suas significativas críticas teatrais, que não economizam nas palavras e no respeito às equipes dos espetáculos. Nesta entrevista, o jornalista revela que não gosta do termo “blogueiro”, que existe péssimo ator a olhos vistos e, ainda, revela seu respeito à classe artística.

Paulo, me desculpe, mas não vou colocar perfil em sua foto. Os mais sensíveis vão identificar que se trata de um homem apaixonado pela cultura, pelo conhecimento e que respeita o artista como se deve respeitar uma música clássica: em silêncio e sentindo a emoção tomar forma. Quanto aos mais insensíveis, não se preocupe! Depois dessa entrevista, vão olhar para sua foto e terem a percepção que existe algo mágico e transformador nos seus olhos.

13403772_1082084571881444_4475007451743219893_o
Paulo Ruch. Foto: Divulgação.

Cj Martim: Existe péssimo ator nato? Ou ele é consequência de uma direção desastrada e texto pobre do autor? Continue Lendo ““O círculo da crítica teatral é bastante seletivo””